22.3.08

Le vieux Paris n'est plus



"Le vieux Paris n'est plus
(la forme d'une ville Change plus vite, hélas ! que le coeur d'un mortel)"

C. Baudelaire


Pois é; mesmo a velha Paris tem que mudar para continuar sendo... Paris. Em atenção às celebrações do aniversário de 120 anos da Tour Eiffel em 2009, a Société d'Exploitation de la Tour Eiffel (entidade que a gerencia) lançou um concurso para o redesenho das áreas de recepção pública e acessos da torre. Os vencedores foram os arquitetos do escritório parisiense Studio Serero.

Depois de considerar que 95% dos que visistam a Torre vão direto para o 3° nível, o mais alto, o Studio Serero projetou uma ousada plataforma que amplia de 280 m2 para 580 m2 a área pública no alto da torre. O novo deck vai permitir que 1700 pessoas por hora visitem o 3° nível e com isso esperam resolver os problemas com longas filas e a demorada espera para acessar os elevadores.

Para dar conta da empreitada os arquitetos desenharam o deck para ser executado em carbono Kevlar, uma tecnologia de híbridos sintéticos da DuPont. O material, bastante utilizado na fabricação de artigos esportivos e na indústria automobilística é cinco vezes mais leve que o aço para uma mesma resistência final.

O design parte de uma visão "orgânica" da própria estrutura da Torre como se fosse um desdobramento "natural". Segundo os arquitetos "uma espécie de enxerto do seu próprio DNA". Explicações conceituais à parte, o projeto vem colocar um ponto a mais nas discussões sobre intervenções em monumentos. Nesse caso, nada mais nada menos, que o principal símbolo de Paris.



Nenhum comentário: